COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

Blog di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA – Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa MISSIONARY ONGOING FORMATION – A missionary look on the life of the world and the church

Cristã condenada à morte

Cristã condenada à morte:

Países pedem libertação.

Meriam Yeilah Ibrahim tem 27 anos, é médica, está grávida de oito meses e presa no Sudão com o filho de dois anos.

Kartum - CatedralTeve início, na Itália, um abaixo-assinado para pedir a libertação da sudanesa cristã que está presa e foi condenada à morte por apostasia e blasfêmia. Milhares de pessoas se reuniram, na noite desta quinta-feira, 15, diante do Coliseu, para pedir a libertação da jovem. A manifestação também acontece na Inglaterra, nos Estados Unidos da América, no Canadá e na Holanda.

Meriam Yeilah Ibrahim tem 27 anos, é médica, está grávida de oito meses e presa com o filho de dois anos. Ela foi condenada pelo Corte de Khartum por adultério, porque, segundo a Sharia, lei religiosa islâmica, o seu casamento com um homem cristão é considerado inválido. Além disso, a jovem foi condenada por apostasia e blasfêmia por ter-se tornado cristã.

Acesse Para participar do abaixo-assinado clicar em SCRIVI: Grávida cristã é condenada à morte no Sudão.

Segundo informações de agências internacionais, no último dia 11, o juiz pediu-lhe para renunciar à fé cristã, a fim de evitar a pena de morte. “Demos três dias para desistir, mas você insiste em não querer voltar ao Islamismo e será condenada à morte por enforcamento”, declarou o juiz Abbas Mohammed Al-Khalifa.

Os advogados de defesa de Meriam fizeram um apelo às Embaixadas Ocidentais para que ajudem no caso. “Pedimos ao Governo do Sudão que respeite o direito à liberdade religiosa, incluindo o direito de cada um em escolher a própria fé e as próprias crenças, um direito internacionalmente garantido e também descrito pela própria constituição sudanesa em 2005”, declara comunicado das Embaixadas.

As assinaturas estão sendo recolhidas pela ONG  “Italians for Darfur”, que enviará ao presidente do Sudão, Omar al-Bashir, junto ao pedido de libertação. A Conferência Episcopal Italiana, por meio de seu site de notícias, apoia a campanha recolhendo assinaturas. Para participar, é necessário acessar diretamente o site ou enviar pelo e-mail meriamdevevivere@avvenire.it.

Foi lançada também uma Campanha, no Twitter, com a hastag #meriamdevevivere (meriamdeveviver), com o objetivo de movimentar um grande número de participantes.

Filha de pai muçulmano, Meriam foi educada na fé cristã ortodoxa pela mãe. A jovem médica casou-se com o cristão Daniel Wani, residente no Sudão do Sul. Porém, segundo a Sharia, o casamento entre um cristão e um muçulmano é considerado ilegal. Segundo a lei islâmica, uma mulher que se casa com um homem não muçulmano é considerada adúltera, e os filhos são tidos como ilegítimos.

No caso de Meriam, o filho de 2 anos não pode ficar sob os cuidados do pai, por ser considerado fruto de adultério, nem mesmo o bebê que nascerá no próximo mês, mesmo que a mãe seja morta.

Sexta-feira, 16 de maio de 2014

http://noticias.cancaonova.com

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 16/05/2014 da in Atualidade eclesial, PORTUGUÊS con tag .

  • 509.598 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Unisciti ad altri 915 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stata una pubblicazione interna nata tra gli studenti comboniani nel 1935. Ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e di patrimonio carismatico.
Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
Pereira Manuel João (MJ)
combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: