COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

Blog di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA – Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa MISSIONARY ONGOING FORMATION – A missionary look on the life of the world and the church

Violência e terror no Paquistão.


Violência e terror no Paquistão.

Dois jovens paquistaneses maltratados e queimados vivos

2009_10_22Violência e terror no Paquistão. Uma multidão enfurecida maltratou e depois queimou vivo um casal de jovens cristãos, acusados de blasfémia por terem profanado o Alcorão. A dramática vicissitude – referida pela agência Fides – teve lugar na aldeia Chak 59, nos arredores da pequena cidade de Kot Radha Kishan, a sul de Lahore, no Estado norte-ocidental de Punjab. Lahore é a mesma cidade onde o Supremo Tribunal paquistanês confirmou recentemente a condenação à morte de outra cristã acusada de blasfémia, Asia Bibi, mãe de cinco filhos, na prisão desde 2009.

Segundo as forças da ordem, depois de terem sido espancados de modo selvagem, os dois jovens – Shahzad Masih e a sua esposa Shama, respectivamente 26 e 24 anos – foram lançados para uma fornalha por um numeroso grupo de muçulmanos provenientes das aldeias circunvizinhas. Logo depois, muitas famílias de cristãos na região fugiram. Os dois jovens cristãos eram casados e tinham três filhos. Além disso, Shama estava grávida. Segundo a reconstrução fornecida pelos meios de comunicação, a acusação de profanação do Alcorão está ligada à morte recente do pai de Shahzad. Há dois dias, Shama, limpando a casa do pai do marido, tinha deitado fora alguns objectos pessoais do sogro, sobretudo papéis e documentos, que – considerados inúteis – foram queimados. Segundo um muçulmano, colega dos dois jovens e que estava presente naquela situação, na fogueira teriam sido queimadas algumas páginas do Alcorão.

2014-11-05 L’Osservatore Romano


Protestos no Paquistão pelo casal cristão queimado vivo

Kasur (RV) – O bispo de Islamabad/Rawalpindi, Dom Rufin Anthony, descreve da seguinte forma o brutal assassinato de um jovem casal cristão, pais de quatro filhos, apedrejados e depois queimados vivos: “um fato trágico. Atacar e queimar vivos, dois inocentes, em base a meras alegações, é uma negligência do sistema judiciário”.

Shahzad Masih, 26 anos, e sua mulher, Shama, de 24 anos e que estava grávida, foram linchados por uma massa enfurecida de ao menos 400 pessoas, motivadas por um líder religioso local por causa de um suposto caso de blasfêmia.

O fato aconteceu nesta terça-feira (4), numa fábrica no distrito de Kasur, a cerca de 60 Km da Lahore, no estado de Punjab, no Paquistão. Até agora, a polícia teria parado ao menos 45 pessoas para interrogatório, mas não há incriminação oficial. Os quatro filhos do casal estão numa localidade desconhecida que não se têm notícias. Os autores da violência brutal fugiram, não deixando pistas. Líderes religiosos cristãos, ativistas pró-direitos humanos e membros da sociedade civil do Paquistão expressam horror e consternação pelo ocorrido em Lahore. Peter Jacob, secretário executivo da Justiça e da Paz da Igreja Católica do país, fala de “brutalidade que lança uma sombra sobre a nação” e manifesta “condolências à família das vítimas”, desejando que o governo “garanta, de uma vez por todas, segurança às minorias”.

Padre James Channan, diretor do ‘Peace Center’ di Lahore, um Centro de Estudos empenhado no diálogo inter-religioso, comenta o homicídio do casal cristão: “estamos chocados e preocupados. Os cristãos no Paquistão hoje se perguntam: em que país vivemos? A horrível e bárbara execução de dois cônjuges cristãos, acusados de blasfêmia, é um ato que ofende a justiça, os direitos humanos, a dignidade humana, a civilização, e é contrário ao estado de direito. Hoje, manifestamos pela justiça e pelos direitos humanos para Lahore. Sobre a lei sobre a blasfêmia, pedimos a intervenção da ONU”. A lei da blasfêmia, em vigor no Paquistão desde 1986, já fez muitas vítimas inocentes: a estimativa é que mais de 80% dos casos sejam embasados em falsas acusações.

Já o Conselho de Ulemás do Paquistão (Puc), pede “uma investigação imparcial sobre o ocorrido”. Em nota, Muhammad Tahir Ashrafi, presidente Del Puc, condena a violência, expressando “profunda dor”, e afirma que “isso não teria acontecido se a polícia local não tivesse mostrado negligência”. Se o casal era realmente culpado, se questiona o Puc, “por que a polícia não prendeu eles, depois da denúncia dos residentes locais? Ou, se não eram culpados, por que não foi oferecida uma proteção imediata a eles, em vista da reação desequilibrada da população?”. (AC)

2014-11-05 Rádio Vaticana

 

2 commenti su “Violência e terror no Paquistão.

  1. Espoir Mawuto
    05/11/2014

    restiamo sempre uniti nella preghier per sostenere i nostri fratelli martirizati a causa della testimonianza di vita cristiana. Preghiamo anche per i loro persecutori per la loro conversione.

    "Mi piace"

  2. Espoir Mawuto
    05/11/2014

    Mi piace questa condivisione e spero avere sempre notizie della vita della nostra Madre Chiesa per custodire lo spirito di comunione.

    "Mi piace"

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 05/11/2014 da in Atualidade eclesial, PORTUGUÊS con tag .

  • 681.520 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Unisciti ad altri 774 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stato una pubblicazione interna di condivisione sul carisma di Comboni. Assegnando questo nome al blog, ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e patrimonio carismatico.
Il sottotitolo Spiritualità e Missione vuole precisare l’obiettivo del blog: promuovere una spiritualità missionaria.

Combonianum was an internal publication of sharing on Comboni’s charism. By assigning this name to the blog, I wanted to revive this title, rich in history and charismatic heritage.
The subtitle
Spirituality and Mission wants to specify the goal of the blog: to promote a missionary spirituality.

Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
I miei interessi: tematiche missionarie, spiritualità (ho lavorato nella formazione) e temi biblici (ho fatto teologia biblica alla PUG di Roma)

I am a Comboni missionary with ALS. I opened and continue to curate this blog (through the eye pointer), animated by the desire to stay in touch with the life of the world and of the Church, and thus continue my small service to the mission.
My interests: missionary themes, spirituality (I was in charge of formation) and biblical themes (I studied biblical theology at the PUG in Rome)

Manuel João Pereira Correia combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: