COMBONIANUM – Formazione Permanente

UNO SGUARDO MISSIONARIO SUL MONDO E LA CHIESA Missionari Comboniani – Formazione Permanente – Comboni Missionaries – Ongoing Formation

Dez das principais descobertas arqueológicas bíblicas em 2016

Propomos uma lista de dez descobertas arqueológicas realizadas no ano de 2016 em locais relacionados com a Bíblia ou ligadas a temas bíblicos. A escolha e a hierarquização, subjetivas, baseiam-se nas notícias surgidas na imprensa, e não em publicações da especialidade.

10. Papiro que menciona Jerusalém

Imagem D.R.

O que aparenta ser a mais antiga referência hebraica a Jerusalém fora da Bíblia foi encontrada num pequeno pedaço de papiro recuperado de ladrões de antiguidades que afirmaram tê-lo achado numa caverna localizada no deserto judaico. Na inscrição lê-se: «Da criada do rei, de Na’arat, jarros de vinho, para Jerusalém». Datada do século VII a.C., a inscrição foi encontrada há quatro anos mas foi anunciada em outubro. Só um outro papiro do período do primeiro templo de Israel tinha sido encontrado. Contudo, alguns arqueólogos e académicos colocaram questões sobre a proveniência do texto, sugerindo que por não ter sido encontrado numa escavação sob supervisão, pode ser forjado.

9. Antiga fábrica de vidro

Imagem D.R.

A Judeia era conhecida como um dos centros de manufatura de vidro no mundo romano. Arqueólogos escavaram vestígios de instalações de produção de vidro aos pés do monte Carmelo, perto de Haifa, depois de terem sido descobertos por trabalhadores de um caminho de ferro.

8. Objetos em Cesareia Marítima

Imagem D.R.

Antigos objetos de metal eram tipicamente derretidos e reciclados, e por isso um barco que afundou a caminho da reciclagem ofereceu uma coleção preciosa de peças quando a sua carga foi descoberta por mergulhadores no último verão. Protegidas pela areia do fundo do mar durante 1600 anos, as peças, na maioria objetos de bronze, incluem ídolos, lâmpadas e vários aglomerados de moedas.

7. Palácio de Salomão em Gezer

Imagem D.R.

Uma residência monumental construída no século X a.C. e escavada no passado outono foi apelidada de “Palácio de Salomão”, embora não haja ligação direta com o rei israelita para além da datação, que foi estabelecida através de vestígios de cerâmica e cronologia estratigráfica. De acordo com o primeiro livro dos Reis (9, 16-17), o faraó egípcio conquistou e queimou Gezer, tendo-a depois dada como dote para o casamento da filha com Salomão, que haveria de reconstruir a cidade.

6. Centenas de tábuas para escrita

Imagem D.R.

Do outro extremo do Império Romano surge a prova da ubiquidade da escrita no primeiro século (Zacarias, pai de João Batista, usou uma tabuinha para escrever, como refere Lucas 1, 63.) Mais de 400 antigas tábuas de madeira foram descobertas em Londres, datando a mais velha do ano 57 d.C. As tábuas foram originalmente cobertas com cera, tendo sido escritas com estilete. A cera já não existe mas as muitas notas em latim permanecem, estando a ser traduzidas e estudadas.

5. Padrões do monte do Templo

Imagem D.R.

Os padrões geométricos dos ladrilhos em pedra no chão dos pórticos do templo judaico construído pelo rei Herodes foram identificados a partir de fragmentos recuperados no âmbito das escavações no monte do Templo. Voluntários têm gradualmente processado toneladas de terra ilegalmente escavadas no monte do Templo de Jerusalém em 1999. Sete padrões foram recriados até agora.

4. Escavação em cemitério filisteu

Imagem D.R.

Espera-se que alguns dos segredos dos filisteus, adversários encarniçados dos antigos israelitas, sejam revelados à medida que os arqueólogos estudam vestígios de um cemitério em Ashkelon. As pesquisas têm ocorrido nos últimos três verões, mas só foram reveladas em 2016. Apesar de a maior parte das principais cidades dos filisteus ter sido escavada, ainda há muita informação que escapa aos investigadores, o que pode mudar com a informação coligida com estas pesquisas.

3. Fábrica de vasilhas perto de Caná

Imagem D.R.

A meio caminho entre Caná e Nazaré foi descoberta uma caverna onde o calcário foi extraído e entalhado em chávenas, tigelas e vasilhas, que eram altamente valorizados pela sua pureza ritual durante o primeiro século. A proximidade com Caná sugere que possa ter sido a fonte das vasilhas de água usadas nas bodas de Caná em que participou Jesus, que aí fez o seu primeiro milagre, de acordo com o Evangelho segundo João (2, 1-11).

2. Portão de santuário ilustra reformas de Ezequias

Imagem D.R.

Nas ruínas de um santuário escavado perto do portão de Tel Lachish, a maior cidade do reino de Judá após Jerusalém, os arqueólogos encontraram um altar com uma imagem com chifres cortados, bem como uma latrina colocada no local mais sagrado, aparentemente com o propósito de o dessacralizar. As descobertas são atribuídas às reformas religiosas do rei Ezequias (século VIII a.C.), descritas em 2 Reis 18, 4.

1. Abertura do túmulo de Cristo
Vedi video https://youtu.be/nkmx_k9wVs0

Imagem

 Santo Sepulcro, Jerusalém, Israel | D.R.

O aspeto mais interessante das reparações que ocorreram no túmulo de Cristo em outubro – a primeira observação para o seu interior, na igreja do Santo Sepulcro, desde 1555 – é que os investigadores encontraram basicamente o que estavam à espera. «Parece haver provas concretas de que a localização do túmulo não foi mudada ao longo do tempo, algo que os cientistas e historiadores questionaram durante décadas», afirmou Fredrik Hiebert, arqueólogo da National Geographic Society. O local onde Jesus foi sepultado foi provavelmente esculpido nas paredes laterais de uma caverna de calcário, cerca do ano 33 d.C.. Depois de retiradas as placas de mármore que cobriam o leito sepulcral, os investigadores ficaram surpreendidos com o estado do espaço, aparentemente intacto.

Gordon Govier
http://www.christianitytoday.com
Trad. / edição: Rui Jorge Martins
http://www.snpcultura.org

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 25/02/2017 da in Atualidade, Sociedade, Cultura, ITALIANO, PORTUGUÊS con tag , .

San Daniele Comboni (1831-1881)

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Segui assieme ad altri 1.336 follower

Follow COMBONIANUM – Formazione Permanente on WordPress.com
febbraio: 2017
L M M G V S D
« Gen   Mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

  • 127,588 visite

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d'autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all'immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Tag

Aborto Advent Advento Africa Alegria Ambiente America Amor Amore Amoris laetitia Anthony Bloom Arabia Saudita Arte Arte cristiana Arte sacra Asia Bibi Ateismo Avent Avvento Bellezza Benedetto XVI Bibbia Bible Biblia Boko Haram Book of Genesis Bruno Forte Capitalismo Cardinal Newman Carême Chiamate in attesa Chiesa China Chrétiens persécutés Church Cibo Cina Cinema Confessione Contemplazione Cristianesimo Cristiani perseguitati Cristianos perseguidos Cristãos perseguidos Cuaresma Cuba Cultura Curia romana Daesh Dialogo Dialogo Interreligioso Dialogue Dio Diritti umani Domenica del Tempo ordinario (A) Domenica del Tempo Ordinario (C) Domenica Tempo ordinario (C) Donna Ecologia Economia Ecumenismo Enciclica Enzo Bianchi Epifania Estados Unidos Eucaristia Europa Evangelizzazione Fame Famiglia Famille Family Família Fede Fondamentalismo France Gabrielle Bossis Genesi Gianfranco Ravasi Giovani Giovedì Santo Giubileo Gregory of Narek Guerra Guglielmo di Saint-Thierry Gênesis Henri Nouwen Iglesia India Iraq ISIS Islam Jacob José Tolentino Mendonça Kenya La bisaccia del mendicante La Cuaresma con Maurice Zundel La Madonna nell’arte La preghiera giorno dopo giorno Laudato si' Le Carême avec Maurice Zundel Lectio Lectio della Domenica - A Lectio Divina Lent LENT with Gregory of Narek Le prediche di Spoleto Libia Libro del Génesis Libro della Genesi Litany of Loreto Litany of Mary Livre de la Genèse Livro do Gênesis Madonna Magnificat Maria Martin Lutero martiri Matrimonio Maurice Zundel Medio Oriente Migranti Misericordia Mission Missione Morte México Natale Navidad Nigeria Noël October Oración Oração Pace Padre Cantalamessa Padre nostro Padri del Deserto Paix Pakistan Papa Francesco Papa Francisco Pape François Paraguay Paul VI Paz Pedofilia Perdono Persecuted Christians Persecution of Christians Persecuzione anti-cristiani Persecuzione dei cristiani Pittura Pobres Pobreza Politica Pope Francis Poveri Povertà Prayers Preghiera Profughi Quaresima Quaresima con i Padri del Deserto Quaresma Quaresma com Henri Nouwen Radcliffe Raniero Cantalamessa Rifugiati Rosary Sacramento della Misericordia Santità Scienza Sconfinamenti della Missione Settimana del Tempo Ordinario Silvano Fausti Simone Weil Sinodo Siria Solidarietà Spiritualità Stati Uniti Sud Sudan Synod Terrorismo Terrorismo islamico Testimoni Testimonianza Thomas Merton Tolentino Mendonça Turchia Uganda Vatican Vaticano Venerdì Santo Viaggio apostolico Violenza Virgin Mary Von Balthasar
%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: