COMBONIANUM – Formazione e Missione

–– Sito di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA –– Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa A missionary look on the life of the world and the church –– VIDA y MISIÓN – VIE et MISSION – VIDA e MISSÃO ––

Bispos europeus e africanos em Fátima discutem sobre a globalização


Comunicado publicado em conjunto pelo CCEE e pelo SECAM
São Galo / Acra, 16 de abril de 2018 

Anúncio dos participantes no Seminário CCEE-SECAM

400fFátima, 12-15 de abril de 2018

Reunidos em Fátima, de 12 a 15 de abril de 2018, as delegações de bispos Africanos (SECAM) e de Bispos Europeias (CCEE) discutiram o actual e importante tema do significado da globalização para a Igreja e para as Culturas na Europa e em África.

Os bispos expressaram gratidão ao Santo Padre Francisco pelo seu magistério e pelo seu testemunho de serviço universal. Elevando fervorosas orações pela Sua pessoa, a Nossa Senhora de Fátima.

A Igreja Católica, sendo universal, rica pela sua experiência bimilenária e pela sua existência em todo o mundo, apresenta-se como testemunha e perita no desenvolvimento da pessoa humana e de toda a humanidade.

A globalização é um processo dinâmico, polivalente, e toca todos os aspetos da vida individual, familiar e social, incluindo a economia, a política, a cultura e a religião.

É ambivalente. Por um lado, oferece solidariedade entre nações e povos; pode servir a justiça e a paz; pode levar à partilha das riquezas espirituais e materiais a nível local e mundial; pode difundir ideias e valores nobres e construtivos.

Por outro lado, a globalização, quando marcada pelo pecado como hoje em dia acontece frequentemente, tende a gerar um fosso entre ricos e pobres, entre os poderosos e os mais débeis; reforça a luta pelo poder, por um sempre maior lucro e pelo hedonismo; destrói o legado de alta cultura, da espiritualidade e da dignidade humana, desencadeando uma desconstrução dos fundamentos da existência tais como o direito incondicional à vida (aborto, eutanásia, eugenismo). Em algumas áreas do mundo, um certa pós-modernidade irracional leva inclusive a uma animalização do humano e à humanização do animal.

Aqui emerge a importância decisiva do culto: o culto a Deus acontece na relação do homem com o Princípio e o Fim da história e de todo o universo. É graças à relação com Deus que o homem encontra o significado último da sua caminhada terrena, uma caminhada que se torna uma peregrinação em direcção ao Fim: isso não é dissolução, mas realização completa e plenitude de vida. Na adoração, o homem encontra – juntamente com o sentido da vida – a orientação moral, o caminho de viver no Bem e, portanto, de viver bem, da vida boa. Sem a afeição a Deus, o homem – e a cultura que daí decorre – permanece prisioneira do tempo, da imanência: a cultura é exposta ao relativo, sujeita a mudanças contínuas.

Tanto a multiplicação de muitos conflitos armados, como o actual drama dos refugiados e dos migrantes são também frutos amargos da globalização. A Igreja pede respeito pela criação, pela ecologia humana, pelo humanismo integral, do homem criado à imagem e semelhança de Deus e dotado de uma intrínseca dignidade.

O objetivo destrutivo de certas ideologias é evidente: a sociedade erotizada, o pan-sexualismo e a teoria do género ameaçam a instituição do casamento e da família. O resultado é uma sociedade cada vez mais atomizada, privada de relacionamentos duradouros e que condena todos à solidão. A juventude é a primeira vítima destas propostas perniciosas, mas olhamos com grande esperança para o próximo Sínodo. Tais ideologias pesam fortemente sobre a vida futura dos jovens que deveria, em vez disso, assentar na fidelidade e no respeito entre os cônjuges e entre todos os membros da comunidade familiar. Os aspectos negativos da globalização exigem vigilância ativa e corajosa por parte dos sacerdotes, das pessoas consagradas, dos leigos, de todos os crentes e das pessoas de boa vontade.

Os bispos, como pastores e sucessores dos Apóstolos têm uma missão particularmente exigente. Os bispos africanos e europeus presentes em Fátima dirigem um apelo urgente em vista de uma ação efetiva de apoio às famílias na sua responsabilidade educativa. E neste acompanhamento das famílias é necessário promover quer o contato pessoal, quer o bom uso dos meios de comunicação. Sem esquecer que a defesa dos pobres, doentes, marginalizados e fracos, não é opcional, mas um imperativo.

Os bispos, que representam a África e a Europa, renovam a dedicação às suas comunidades e aos seus continentes. Eles invocam de Deus o dom da paz para o mundo, especialmente para as muitas regiões onde os conflitos continuam ou se intensificam.

Ao mesmo tempo que agradecemos à Diocese de Leiria-Fátima e ao Santuário pelo acolhimento nestes dias, confiamos a Nossa Senhora o nosso empenho, bem como o dos nossos sacerdotes e das comunidades cristãs, para proclamar o Evangelho e, assim, ser fermento de alegria e de confiança em benefício de todos. Sentimos como uma urgência o dever de animar cada processo humano em direção à sua plenitude, que se encontra em Jesus Cristo.

Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar (SECAM) compreende as 37 Conferências Episcopais Nacionais e as 8 (oito) Conferências Episcopais Regionais . O Presidente é o Senhor D. Gabriel Mblingi, Arcebispo do Lubango (Angola). O primeiro Vice-Presidente é o senhor Dom Mathieu Madega Lebouakehan, Bispo de Mouila (Gabão); o segundo vice-presidente é o Senhor D. Sithembele Anton Sipuka, Bispo de Mthatha (África do Sul); o Secretário Geral é Ver. P. Joseph Komakoma. O Secretariado tem a sua sede em Acra, Gana.www. Secam.org / Sceam.org

O Conselho das Conferências Episcopais da Europa   da Europa (CCEE) atualmente reúne 33 Conferências Episcopais Europeias, e ainda os Arcebispos do Luxemburgo e do Principado de Mônaco, o Arcebispo Maronita de Chipre e o Bispo de Chişinău (República da Moldávia), o Bispo Eparquial de Mukachevo e o Administrador Apostólico da Estônia. O Presidente é o cardeal Angelo Bagnasco, arcebispo de Génova (Itália); Vice-presidentes são o cardeal Vincent Nichols, arcebispo de Westminster (Inglatera e Gales), e o Senhor D. Stanisław Gądecki, Arcebispo de Poznań (Polónia). O Secretário Geral é o Mons. Duarte da Cunha. O Secretariado está sediado em St Gallen (Suíça) www.ccee.eu

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 16/04/2018 da in Atualidade eclesial, PORTUGUÊS con tag , , , , .
Follow COMBONIANUM – Formazione e Missione on WordPress.com

Categorie

Traduci – Translate

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: