COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

–– Sito di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA –– Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa A missionary look on the life of the world and the church –– VIDA y MISIÓN – VIE et MISSION – VIDA e MISSÃO ––

Ravasi: O vitral caído


moschea di Nasir al-Mulk, a Shiraz


«A verdade é como um imenso vitral caído por terra em mil pedaços. As pessoas precipitam-se, dobram-se, apanham um fragmento e, brandindo-o como uma arma, declaram: “Tenho a verdade na mão!”. Seria preciso, ao contrário, recolher com paciência todos os pedaços, uni-los com a amizade e, no fim, a verdade resplandeceria.»

Falecido aos 66 anos, em 1980, Jean Sulivan, pseudónimo de Joseph Lemarchand, escritor francês, era também sacerdote, estudioso de filosofia, apaixonado pelo cinema e autor de livros intensos. São dele as palavras que hoje desejo propor.

Um vitral ou um mosaico caído por terra reduz-se a uma imensidade de cores. É verdade que se pode ser atraído por uma peça de mosaico que representa um olho ou por um estilhaço dourado de vidro. Mas são apenas um fragmento que exige a beleza do conjunto. Assim é para verdade.

Muitas vezes temos entre as mãos uma verdade, mas estamos convictos de ter a imagem íntegra e absoluta. E assim rechaçamos com arrogância os outros com os seus fragmentos de verdade, criando-se assim uma cadeia de ódio, uma dispersão da luz, uma dissolução do verdadeiro e do bem. O amor é, por isso, indispensável para fazer resplandecer a verdade plena.

Um teólogo famoso, Urs von Balthasar, cunhou uma definição sugestiva: «A verdade é sinfónica». É só no entretecer das várias notas, dos sons e das vozes que ela se desvela.

Gandhi comparava a verdade ao diamante: uno, todavia com muitas faces que não se podem ver na totalidade com um golpe de vista, mas requerem o paciente circuito em torno delas.

Reencontremos, então, o respeito pela porção de verdade que cada um guarda, um respeito que nasce do amor e que consegue recompor o admirável vitral da verdade.

P. (Card.) Gianfranco Ravasi
In Avvenire
Trad.: Rui Jorge Martins
http://www.snpcultura.org
Publicado em 27.10.2018

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 04/11/2018 da in Fé e Espiritualidade, PORTUGUÊS.

  • 329.781 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Segui assieme ad altri 738 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stata una pubblicazione interna nata tra gli studenti comboniani nel 1935. Ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e di patrimonio carismatico.
Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
Pereira Manuel João (MJ)
combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: