COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

–– Sito di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA –– Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa A missionary look on the life of the world and the church –– VIDA y MISIÓN – VIE et MISSION – VIDA e MISSÃO ––

Páscoa por terras de Ébola

Carta de Páscoa  do comboniano P. Claudino Gomes, desde Butembo, Kivu (R.D. Congo), onde o vírus Ébola ameça a população


Ebola outbreak in Congo 2019


Caríssimos,
A morte espreita as gentes de Butembo e, mais em geral, do Kivu-Norte. A «realidade», que alguns continuam a preteder negar, chama-se Doença do vírus Ébola. Por um triz, o Congo e a Região não foram postos, há dias, em quarentena mundial… O Diretor da OMS tem mandato para uma vigilância apertada ao Congo. Vamos ver quanto dura esse «por
enquanto»…

As estatísticas de ontem mostram que « desde o início da epidemia, os casos confirmados são 1.224 e os prováveis, 66. Ao todo, houve até agora 833 mortos (767confirmados e 66 prováveis).  Um “caso provável” é aquele em que não foi possível determinar a causa da morte dessa pessoa – no meio de populações que reagem violentamente perante os agentes da «luta» -, por não se ter podido obter amostras biológicas passíveis de análise laboratorial, mas a morte aconteceu em ligação epidemiológica provada com um caso confirmado.

No mesmo período, 379 pessoas ficaram curadas, nos Centros de Tratamento Ébola (CTE). 251 casos suspeitos estão sob investigação.

O Bispo da diocese de Butembo-Beni forte do seu lema «Não podemos ficar calados», por estar em causa a Vida de toda a população e a sobrevivência das paróquias e da diocese, ficou durante muito tempo quase sozinho, na luta contra o obscurantismo negacionista da existência do Ébola. Foi ameaçado de morte, foi agredido, insultado, acusado de conivência com os que ganham muito dinheiro com a «luta». O mesmo aconteceu e ainda acontece aos párocos que, obedecendo ao Bispo, instauram nas instalações paroquiais os procedimentos profitáticos e higiénicos recomendados pela OMS e exortaram as pessoas em risco a acorrerem aos CTE.

Na homilia da 5ª-feira Santa, pronunciada na terça-feira, na Catedral de Butembo a abarrotar de fiéis, voltou a insistir pormenorizadamente nos cuidados a ter e deu ordens
perentórias de os Sacerdotes falarem, nas multitudinárias celebrações pascais, destas normas e de as aplicarem. Mais fez publicar orientações para o Tríduo Pascal: não há «lava-pés», na 5ª-feira Santa; na adoração à Cruz, na 6a-feira Santa, não se poderá tocar nem beijar a Cruz: todos devem fazer a genuflexão. Nos Batismos, na Vigília Pascal, as unções erão feitas sem tocar o corpo, segundo indicações de ação fornecidas.

Felizmente, agora que o Governo Congolês foi seriamente ameaçado a nível mundial, o Presidente da República, F. Tshisekedi veio passar vários dias aqui no Kivu-Norte, nomeadamente em Goma e em Beni e deu ordens claras no sentido de todos, a começar pelas autoridades, fazerem o que as autoridades de saúde recomendam.

O mesmo Boletim informativo da «Direção Geral de Luta contra a Ébola» levanta um pouco o véu da esperança. Finalmente, os Chefes Tradicionais (autoridades tribais, as que verdadeiramente são escutadas) do Território de Beni-Lubero, a que pertence Butembo), acabam de lançar conjuntamente «uma mensagem de sensibilização à oopulação e recomendações às Equipas técnicas da «Luta», para se acabar com a epidemia do Ébola» nas áreas da sua jurisdição.

«Conscientes da gravidade da situação», os líderes comunitários «pedem à população que se desolidarize de todo e qualquer um que minimizar a doença ébola e que considerem que a Ébola é uma doença que existe a sério. Por outro lado, pedem às mulheres e à raparigas e meninas, que, conforme aos usos e costumes, sao quem se ocupa da higiene e dos cuidados dos doentes, em casa, que deixem de atirar pedras contra as equipas da «Luta contra o Ébola».

Em Lubero, onde, como em Butembo, as atividades das equipas têm vindo a ser duramente atacadas e alguns CTE atacados e queimados com vítimas mortais entre os membros das equipas e os doentes, em Lubero, «o Conselho Territorial da Juventude lançou um compromisso dos Jovens para terminar com a epidemia no próprio território».

Entretanto, acende-se «uma luzinha de esperança em Katwa (onde eu e os nossos Seminaristas fomos receber a vacina) e Butembo», titula o dito Boletim: «Um vento de pânico agitou as zonas de Katwa e Butembo, por causa da aceleração da propagação da epidemia na Comunidade, na sequência dos ataques dirigidos contra os dois CTE da cidade. O aumento da insegurança e da violência contra as equipas da Luta tinha-as impedido de efetuar as intervenções essenciais para quebrar a cadeia de transmissão e abrandar a propagação da epidemia na Comunidade e, de modo particular, o acompanhamento das pessoas em contacto com doentes ou cadáveres, assim como a vacinação e a descontaminação das moradias…

O Dr. Jean-Paul Mundama, Presidente da Comissão de Prevenção em Butembo, constata com satisfação o desmantelamento dos núcleos de resistência mais dura da cidade. Deste
modo, a Equipas começam a descobrir os doentes escondidos na Comunidade…

Embora o aumento rápido do número de casos confirmados nas últimas semanas possa causar inquietação, a epidemia, na realidade, está delimitada a certas Áreas de Saúde bem identificadas e não se tem assistido a nenhuma extensão geográfica do vírus.» É pois
expectável que «a cadeia de transmissão seja quebrada pouco a pouco, o número de casos comece a diminuir e a epidemia venha a poder ser controlada».

Caríssimos, preferi escrever-vos tudo isto, vindo de fonte segura. O medo é muito, o horizonte não é lindo, mas é como diz o Boletim: «uma luzinha acendeu-se em Butembo». Seja a vitória da vida sobre a Morte, pela poderosa Misericórdia do Pai que ressuscita o seu Fiho da morte e pelo empenho a todos os níveis de todos.

VOCAÇÔES – Ontem, começou aqui um estágio vocacional para 11 candidatos à Propedêutica aqui, em Butembo. Ao mesmo tempo, comunicam-me também que dois Propedeutas daqui exprimiram a própria opção de entrar para o Postulantado dos Irmãos, onde colaboro na Formação. Assim, é de prever que, no próximo ano letivo, venhamos a ter uns 15 Postulantes Irmãos. Entretanto, em Kisangani, os Postulantes ao Sacerdócio Comboniano, que já são 40, deverão aumentar bastante… Daqui, é poss’ivel que vão pelo menos seis… Outros, irão de Kinshasa. Graças a Deus. Vale a pena colaborar nas despesas da formação de tantos candidatos.

Que o Senhor Ressuscitado vos encha da Alegria de Evangelizar, na força do Seu Espírito.

P. Claudino Gomes
Butembo (RDC) 18 de Abril de 2019

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 28/04/2019 da in PORTUGUÊS, Vocação e Missão con tag , , .

  • 330.092 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Segui assieme ad altri 737 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stata una pubblicazione interna nata tra gli studenti comboniani nel 1935. Ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e di patrimonio carismatico.
Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
Pereira Manuel João (MJ)
combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: