COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

Blog di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA – Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa MISSIONARY ONGOING FORMATION – A missionary look on the life of the world and the church

Enzo Bianchi – Sete ensinamentos de Jesus sobre a oração (III)

Orar com confiança

É um conselho importante que precede o ensinamento do Pai-nosso; mas também noutra situação Jesus afirma: «Tudo aquilo que pedirdes com fé na oração, obtê-lo-eis». A oração cristã não é como a dos pagãos, que cansam os deuses multiplicando as palavras e confiando nelas; a nossa confiança deve ser colocada naquele que nos fala e nos chama à oração: Deus, o Pai. A oração filial não se mede, portanto, pelas repetições e pelo comprimento, mas pela fé que a anima. Com efeito, «o Pai nosso sabe de que coisas precisamos ainda antes que lhas peçamos», e nenhum orante deve temer que Ele dê pedras em vez de pão; nós somos maus, mas Deus é bom.

Nenhum temor haja para quem sabe que é filho de Deus, para quem coloca a sua oração nas mãos daquele que é o nosso advogado junto do Pai, para quem recebeu a unção do Espírito. Ainda que a nossa consciência nos reprovasse, «Deus é maior do que o nosso coração», e permite-nos estar diante dele com “parresia”: sem esta franqueza não há verdadeira oração cristã, porque ela está na base da confiança que anima o crente e a comunidade cristã no seu conjunto.

Orar sempre, sem cessar

A oração requer perseverança, continuidade. Várias vezes Jesus pediu a oração sem interrupção. Ora, questionemo-nos com honestidade: como é possível viver, trabalhar, repousar, dormir, encontrar os outros, e ao mesmo tempo orar continuamente? É preciso que nos entendamos sobre as palavras. “Orar sempre” não significa empenhar-se na repetição contínua de fórmulas ou invocações, mas viver uma existência marcada por aquela que os Padres da Igreja chamavam “memoria Dei”, a recordação constante de Deus: «Oração incessante quer dizer ter a mente dirigida a Deus com grande fervor e amor, permanecer sempre suspensos da esperança que temos nele, confiando a Ele tudo aquilo que fizermos e tudo aquilo que nos aconteça», diz Máximo o Confessor. Por outras palavras, a questão é reconhecer que o Deus vivo está constantemente a agir na nossa existência e na história; trata-se de lutar para estar sempre consciente da presença de Deus em nós, ou seja, da comunhão que Ele nos dá, para que a acolhamos e a partilhemos com todos os nossos irmãos e irmãs.

Se existe esta consciência da presença de Deus, então o Espírito Santo, que ora continuamente em nós, pode invadir-nos de tal maneira com a sua oração, que escava pouco a pouco em nós uma fonte de água viva, uma torrente que não se detém. Desta maneira chegamos a uma oração contínua, que não nasce de nós: é um fluxo subterrâneo, uma constante recordação de Deus que de vez em quando emerge e torna-se oração explícita, mas que nunca nos abandona. Assim, podemos também fazer-nos voz de toda a criatura e de toda a criação, porque o universo é um oceano de orações que sobem até Deus: orações por articular, gemidos dirigidos ao Criador na expetativa da manifestação dos filhos de Deus.

Enzo Bianchi
In Perché pregare, come pregare, ed. San Paolo
Trad.: Rui Jorge Martins
5/2/2020
http://www.snpcultura.org

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 08/03/2020 da in Fé e Espiritualidade, PORTUGUÊS con tag , .

  • 472.194 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Unisciti ad altri 884 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stata una pubblicazione interna nata tra gli studenti comboniani nel 1935. Ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e di patrimonio carismatico.
Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
Pereira Manuel João (MJ)
combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: