COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

Blog di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA – Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa MISSIONARY ONGOING FORMATION – A missionary look on the life of the world and the church

Fratelli Tutti: algumas impressões de uma encíclica para um mundo ferido

Papa Francisco abraça São Francisco de Assis | Imagem: https://www.philipchircop.com

Entrevista especial com Rubens Ricupero, Leonardo Boff, Roberto Romano, Edgard de Assis Carvalho, Luiz Gonzaga Belluzzo, Agbonkhianmeghe E. Orobator e Faustino Teixeira

Por: Patricia Fachin e João Vitor Santos | Edição: Ricardo Machado | 06 Outubro 2020
http://www.ihu.unisinos.br

Francisco, o papa, parafraseia Francisco, o de Assis, no título de sua mais recente encíclica, Fratelli Tutti, em que recupera a fraternidade como valor central das relações não somente entre os humanos, mas entre os humanos, todas as demais espécies e o planeta. Nesse sentido o documento é, ao mesmo tempo, o testemunho de um mundo ferido e uma lúcida proposição de caminhos para enfrentarmos os dilemas contemporâneos a partir de uma visão que tem o amor e o cuidado aos mais vulneráveis como pano de fundo. Esta entrevista, realizada por e-mail, reúne uma série de análises sobre o documento publicado no domingo.

“Sentia-se a falta de uma nova grande síntese que refletisse sobre as profundas transformações que ocorreram no contexto social do mundo desde os fins do século XX: o desaparecimento da União Soviética e do comunismo real, a globalização, a revolução digital, o aquecimento global, a crise financeira de 2008, a pandemia”, pondera Rubens Ricupero. “Num mundo órfão de lideranças à altura dos desafios, onde os chefes dos mais poderosos países da terra encarnam o que há de pior na natureza humana, Francisco confirma em definitivo que representa hoje a consciência moral e intelectual da humanidade”, complementa.

Leonardo Boff salienta que “as saídas são fundadas em valores derivados da irmandade universal, do amor e da amizade, da solidariedade, começando sempre a partir de baixo, articulando o local com o universal e dando ênfase à região, o que em ecologia se chama de biorregionalismo”.

Para Roberto Romano, a posição tomada pelo Papa Francisco é pelo bem da coletividade e, em certo sentido, contrária à postura geopolítica das últimas décadas do século passado. “Ele tudo faz e tudo diz para que os interesses imperiais não se sobreponham ao Bem do gênero humano. Assim, Francisco retoma com brilho profético o papel desempenhado por João XXIII e Paulo VI no século XX, bem longe da postura assumida por João Paulo II, o alinhamento a uma geopolítica que favoreceu apenas a parte mais poderosa e rica do planeta”.

De acordo com Edgard de Assis Carvalho, dentre os pontos principais da encíclica está o “apelo para a urgência de se pôr em prática uma política da civilização planetária multilateralista, voltada ao bem comum, à solidariedade, ao convivialismo, ao reconhecimento da igualdade e da fraternidade. O discurso também deixa claro que os estados-nações precisam se voltar para uma governança global capaz de imunizar o planeta contra os ‘vírus da desigualdade’”.

Já o economista Luiz Gonzaga Belluzzo destaca que “a questão central da Fratelli Tutti é a afirmação do amor fraterno em sua dimensão universal. Não há fraternidade se esse sentimento e sua prática estiverem confinados às fronteiras nacionais, às discriminações de religião raça, gênero e classe social”.

O jesuíta Agbonkhianmeghe Orobator diz que “Papa Francisco promove a fraternidade e a amizade social em nosso contexto atual para nos lembrar que somos uma família comum e com um propósito comum; da’ o imperativo de construirmos uma comunidade de solidariedade e pertença”.

Faustino Teitexeira descreve a encíclica como um documento que “convoca-nos a olhar para o alto, pedindo forças para enfrentar com coragem esses tempos sombrios, de escuridão, solidão e dor. Como no evangelho, há uma cristalina opção pelos mais pobres”.

Veja as entrevistas:
http://www.ihu.unisinos.br/603478-fratelli-tutti-algumas-impressoes-de-uma-enciclica-para-um-mundo-ferido

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 07/10/2020 da in Atualidade eclesial, PORTUGUÊS.

  • 511.172 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Unisciti ad altri 916 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stata una pubblicazione interna nata tra gli studenti comboniani nel 1935. Ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e di patrimonio carismatico.
Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
Pereira Manuel João (MJ)
combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: