COMBONIANUM – Spiritualità e Missione

Blog di FORMAZIONE PERMANENTE MISSIONARIA – Uno sguardo missionario sulla Vita, il Mondo e la Chiesa MISSIONARY ONGOING FORMATION – A missionary look on the life of the world and the church

Só resta um homem corajoso no mundo, o papa Francisco?


Num mundo de «cobardes, não restará só um homem corajoso, e esse homem corajoso não é o papa Francisco?», questionou hoje José Manuel Fernandes, cofundador do jornal digital “Observador”, na crónica diária durante a qual sugeriu a leitura da “Oração dos filhos de Abraão” proferida pelo papa Francisco no final do encontro inter-religioso que decorreu, sábado, na planície de Ur.

«Estamos a falar de um homem que tem 84 anos, e que em vez de ficar no conforto do Vaticano, foi numa altura destas para uma das zonas mais perigosas do mundo», sublinhou o editor na rubrica “Contra-corrente”.

O jornalista recordou as primeiras palavras de S. João Paulo II, após ter sido eleito papa, em 1978, «não tenhais medo», apelo que «ajudou a mudar o mundo», sobretudo os países do leste europeu, com a queda dos regimes comunistas.

A crónica destacou igualmente a «fabulosa imagem» do papa Francisco aquando da meditação e oração proferidas a 27 de março de 2020, «no auge da primeira vaga da pandemia», diante da praça de S. Pedro vazia.

À semelhança desse gesto, também foi um «ato de grande simbolismo» ter estado em Mossul, «entre ruínas» de igrejas: «Quem não viu as imagens, deve ir vê-las», acentuou, antes de questionar: «Quantos líderes se arriscariam a fazer a mesma viagem, quantos é que embarcariam num helicóptero que podia ser abatido por um míssil?».

«Não é preciso dizer mais nada. Só recomendo que leiam a oração toda, que tem partes muito bonitas. Eu por vezes discordo do papa Francisco, mas gosto muito desta coragem que ele teve e tem nestes momentos»

José Manuel Fernandes lembrou que o Iraque «é um país onde em 2003 viviam um milhão e meio de cristãos; calcula-se que hoje restem 270 mil. Quer dizer que desapareceram mais de um milhão e duzentos mil, fugiram ou foram mortos».

«As pessoas, por vezes, não têm noção desta realidade. Mas quem passar os olhos pelos relatórios publicados pela Ajuda à Igreja que Sofre, fica arrepiado com o que se passa com os cristãos, no Iraque e em muitas outras partes do mundo», frisou.

Depois de ter mencionado a existência de «muitos católicos conservadores que têm criticado a aproximação que os últimos papas têm feito não só às outras correntes do cristianismo, como ao judaísmo e ao islão», o editor declarou que apesar de não ter fé, respeita muito as religiões e dá «a maior importância» ao diálogo entre elas.

«Há muitas pontes que têm de ser atravessadas, sobretudo no Médio Oriente, e é preciso muita coragem para atravessá-las, porque algumas cruzam abismos» cavados pelas «grandes diferenças», e Francisco fez questão de assinalar «o que há de comum» no judaísmo, cristianismo e islão», nomeadamente a referência à origem da fé.

A concluir a crónica, José Manuel Fernandes leu o início da “Oração dos filhos de Abraão”, e comentou: «Não é preciso dizer mais nada. Só recomendo que leiam a oração toda, que tem partes muito bonitas. Eu por vezes discordo do papa Francisco, mas gosto muito desta coragem que ele teve e tem nestes momentos».

A visita do papa ao Iraque, que decorreu entre sexta e segunda-feira, teve «repercussão mundial», assinala hoje o texto de Jorge Almeida Fernandes no “Público”, que, como os principais jornais diários nacionais, destaca a viagem de Francisco.

Rui Jorge Martins
Fonte: Observador
Imagem: Papa Francisco | Mossul, Iraque | 7.3.2021 | © AP Photo/Andrew Medichini
Publicado em 09.03.2021

http://www.snpcultura.org

ORAÇÃO DOS FILHOS DE ABRAÃO

Deus Todo-Poderoso, nosso Criador, que amais a família humana e tudo o que as vossas mãos fizeram, nós, filhos e filhas de Abraão pertencentes ao Judaísmo, ao Cristianismo e ao Islão, juntamente com os demais crentes e todas as pessoas de boa vontade, agradecemo-Vos por nos terdes dado como pai comum na fé Abraão, filho insigne desta nobre e amada terra.

Agradecemo-Vos pelo seu exemplo de homem de fé que Vos obedeceu completamente, deixando a sua família, a sua tribo e a sua pátria a fim de ir para uma terra que não conhecia.

Agradecemo-Vos também pelo exemplo de coragem, resiliência e força de ânimo, generosidade e hospitalidade que nos deu o nosso pai comum na fé.

Agradecemo-Vos particularmente pela sua fé heroica, demonstrada na disponibilidade em sacrificar o próprio filho para obedecer à vossa ordem. Sabemos que era uma prova muito difícil, da qual todavia saiu vitorioso, porque confiou sem reservas em Vós, que sois misericordioso e sempre abris novas possibilidades para recomeçar.

Agradecemo-Vos porque, abençoando o nosso pai Abraão, fizestes dele uma bênção para todos os povos.

Pedimo-Vos, Deus do nosso pai Abraão e nosso Deus, que nos concedais uma fé forte, operosa no bem, uma fé que abra os nossos corações a Vós e a todos os nossos irmãos e irmãs; e uma esperança irreprimível, capaz de em tudo vislumbrar a fidelidade das vossas promessas.

Fazei de cada um de nós uma testemunha do vosso cuidado amoroso por todos, especialmente os refugiados e os deslocados, as viúvas e os órfãos, os pobres e os doentes.

Abri os nossos corações ao perdão recíproco, tornando-nos instrumentos de reconciliação, construtores duma sociedade mais justa e fraterna.

Acolhei na vossa morada de paz e luz todos os defuntos, de modo particular as vítimas da violência e das guerras.

Assisti as autoridades civis na busca e localização das pessoas sequestradas e na proteção especial das mulheres e crianças.

Ajudai-nos a cuidar da terra, a casa comum que, na vossa bondade e generosidade, destes a todos nós.

Sustentai as nossas mãos na reconstrução deste país e dai-nos a força necessária para ajudar, aqueles que tiveram de deixar as suas casas e terras, a regressar em segurança e com dignidade, e a começar uma vida nova, serena e próspera. Amen.

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati derivati dai commenti.

Informazione

Questa voce è stata pubblicata il 10/03/2021 da in Atualidade eclesial, PORTUGUÊS.

  • 660.895 visite
Follow COMBONIANUM – Spiritualità e Missione on WordPress.com

Inserisci il tuo indirizzo email per seguire questo blog e ricevere notifiche di nuovi messaggi via e-mail.

Unisciti ad altri 768 follower

San Daniele Comboni (1831-1881)

COMBONIANUM

Combonianum è stato una pubblicazione interna di condivisione sul carisma di Comboni. Assegnando questo nome al blog, ho voluto far rivivere questo titolo, ricco di storia e patrimonio carismatico.
Il sottotitolo Spiritualità e Missione vuole precisare l’obiettivo del blog: promuovere una spiritualità missionaria.

Combonianum was an internal publication of sharing on Comboni’s charism. By assigning this name to the blog, I wanted to revive this title, rich in history and charismatic heritage.
The subtitle
Spirituality and Mission wants to specify the goal of the blog: to promote a missionary spirituality.

Sono un comboniano affetto da Sla. Ho aperto e continuo a curare questo blog (tramite il puntatore oculare), animato dal desiderio di rimanere in contatto con la vita del mondo e della Chiesa, e di proseguire così il mio piccolo servizio alla missione.
I miei interessi: tematiche missionarie, spiritualità (ho lavorato nella formazione) e temi biblici (ho fatto teologia biblica alla PUG di Roma)

I am a Comboni missionary with ALS. I opened and continue to curate this blog (through the eye pointer), animated by the desire to stay in touch with the life of the world and of the Church, and thus continue my small service to the mission.
My interests: missionary themes, spirituality (I was in charge of formation) and biblical themes (I studied biblical theology at the PUG in Rome)

Manuel João Pereira Correia combonianum@gmail.com

Disclaimer

Questo blog non rappresenta una testata giornalistica. Immagini, foto e testi sono spesso scaricati da Internet, pertanto chi si ritenesse leso nel diritto d’autore potrà contattare il curatore del blog, che provvederà all’immediata rimozione del materiale oggetto di controversia. Grazie.

Categorie

<span>%d</span> blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: